terça-feira, 8 de maio de 2012

O Humilhante Serviços de Taxi em Luanda

 usar os taxi para se movimentar em luanda ja tiro muitas gente do serio, dois  anos atras me lembro com hoje, eu um rece licenciado e funcionario de uma empresa lider no seu sector de operaçao tinha de fazer um escolha que inicialmente me parecia facil comprar um carro e viver uma vida de lords mas falsa e numa na casa alugada ou aguentar o barrulho e a pressao de todos ate daqueles que estavam pior que eu  e nao comprar o carro e construir uma casa digna a minha medida, na altura a escolha foi construir a casa e por algum tempo deixar a vaidade de lado.

para não falar de todos os episodios que fui obrigado a participar na estradas de Luanda na maos dos taxista,  me lembro de um na estrada de catete num domingo em que tive em compania da filha e uma irma irma menor visitar a minha cota pelas banda da viana, o petulante combrador teve a corange de sem motivo olhar para a minha filha de 3 anos na altura e lhe dizer ,   "menina fala no teu pai para comprar carro que assim nao da",   quando tentei me justificar perante o execelentisso comprador so tive de aceitar mas um "yah cota ja falei e mas esta filha tambem  nao te merece, yah e a tua dama tambem é muito jovem yah cota",  depois desta humilhante situação tive de aumentar a austeridade e concluir a construção da casa, hoje tenho no quintal um carro para a espousa outro meu pessoal e um dado pela empresa, hoje pensei naquele cobrador e gostaria de dizer a ele , yah mano construi minha casa com o meu salario, nao roubei ninguem (nem mesmo ao estado) a minha filha concluio o pré-primario esta no primeiro ano do ensino  primario, tem uma cota bancaria que cada mes recebe 50 dolars é pouco mas quando tiver 18 anos tera massa para ir estudar aonde poder, com meu salario ganho honestamente pago a formaçao do meu irmao que no final deste ano sera o terceiro dos 7 irmao que se licencia,  nao  mereci aquela humilhaçao injusta. e mas gostaria de saber como a vida dele melhorou desde entao.   quanto todos os que por esta Luanda com brio e dedicação trabalham para o bem desta nação e que muitas vezes tem de aceitar a ma educação dos taxistas e principalmente dos seus cobradores uma palavra de apreço trabalha nao da confiança que estes ai sao que nem os caranguejo que nao tentam sair do buraco mas puxao para baixo quem tenta.

Jair Ferreira de Carvalho

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial